27/08/2021

CGU: prazo entre edital e provas foi reduzido

Alô, concurseiros! O prazo mínimo entre a publicação do edital e a aplicação das provas do concurso público da Corregedoria-Geral da União (CGU) foi reduzido para dois meses. A autorização foi dada pelo secretário de desburocratização, gestão e governo digital por meio da Portaria SEDGG/ME 10.352, publicada na edição desta sexta-feira (27) do Diário Oficial da União. Confira.

 

 

 

Sobre o concurso:
A CGU está autorizada a realizar a seleção desde julho deste ano. O certame será para provimento de 375 vagas de níveis médio e superior. Confira o aval aqui.
 
Segundo o documento, as oportunidades são para:
 
 
 
Em 2016, houve alteração nas nomenclaturas dos cargos da carreira de Finanças e Controle. Anteriormente, as funções de auditor federal de finanças e controle e de técnico federal de finanças e controle se chamavam analista de finanças e controle e técnico de finanças e controle, respectivamente.

 

Requisitos:
Auditor Federal de Finanças e Controle: diploma de conclusão de ensino superior em nível de graduação, em cursos reconhecidos pelo Ministério da Educação e, se for o caso, habilitação legal específica, conforme definido no edital do concurso, para os cargos de nível superior;
Técnico Federal de Finanças e Controle: certificado de conclusão de ensino médio ou equivalente e habilitação legal específica, se for o caso, fornecido por instituição de ensino oficialmente autorizada, conforme definido no edital do concurso, para os cargos de nível intermediário.

 

Último concurso:
A última seleção para a CGU foi realizada em 2012 e foi organizada pela Esaf. À época, foram oferecidas 250 vagas para analista de finanças e controle.
 
Os candidatos foram avaliados por meio de provas objetiva e discursiva. Além de sindicância de vida pregressa e curso de formação.
 
Confira o último edital.

 

Livros indicados: