13/05/2021

TCE-AM: edital revogado

O Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) revogou o edital de abertura de seu concurso público. Segundo a nota divulgada, no site oficial da Corte, a medida foi tomada devido à necessidade de o documento passar por análise e adequação à legislação vigente. O comunicado também está disponível no site da FGV, organizadora do certame. Confira aqui.
 
Um novo documento será publicado na próxima semana no site da organizadora e no Diário Oficial Eletrônico do TCE-AM.
 
Ainda segundo a nota:
 
Em respeito a legislação, determinei que o edital fosse revogado e que a Fundação Getúlio Vargas, junto com a Comissão do Concurso Público, verificassem o edital em cumprimento às leis federais e estaduais. Isso em nada prejudica o andamento do concurso que será realizado este ano com nomeação dos aprovados ainda em 2021”, afirmou o presidente do TCE-AM, conselheiro Mário de Mello.

 

Sobre o concurso:
A seleção visa ao preenchimento de 40 vagas de auditor técnico de controle externo, sendo:
- 18 vagas na área de auditoria governamental;
- 05 vagas na área de auditoria de obras públicas;
- 15 vagas na área de auditoria de Tecnologia da Informação;
- 02 vagas do Ministério Público de Contas
 
Além da formação de cadastro de reservas. A remuneração inicial é de R$8.328,77, para carga horária de 30 horas semanais.

 

Requisitos:
Auditoria governamental: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).
Auditoria de obras públicas: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer das áreas de formação da Engenharia ou Arquitetura, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).
Auditoria de TI: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em tecnologia da informação, em todas as suas acepções, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).
Ministério Público de Contas: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso graduação de nível superior em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC).

 

Das provas:
Os candidatos serão avaliados por meio de prova objetiva composta por 100 questões, prevista para ser aplicada nos dias 21 e 28 de julho.
 
Auditoria governamental
 
 
Auditoria de TI
 
 
Auditoria obras públicas
 
 
MPC
 
 
Confira o edital revogado.

 

Livros indicados: